NOSSO DESTAQUE!

SITE NO AR!

OLÁ Agora estamos somente no endereço: www.esportecomjorgeroberto.com

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

MAFRA FUTSAL RENOVA COM SANDRO COLVERO

Foto: Robson Komochena
Foi anunciada pela diretoria do Mafra Ferromax Futsal na noite deste domingo (6), uma esperada e merecida renovação de contrato para a equipe de 2016: técnico Sandro de Oliveira Colvero, 44 anos, natural de Santa Maria-RS, é o primeiro nome a integrar o elenco da próxima temporada, que agora disputará a Divisão Especial.
O profissional iniciou no ramo do futsal como atleta no ano de 1987, onde permaneceu jogando até 1995, quando em função de uma grave lesão no joelho foi obrigado a abandonar a carreira de jogador. Nestes 18 anos em que esteve em quadra, Sandro registrou passagem por diversos clubes riograndenses, entre eles, três de grande expressão no estado: Enxuta (juvenil), Pozzobon (juvenil e adulto) e JOBI (adulto).

Em 1997, estreou carreira como treinador de futsal, primeiramente nas categorias de base, até o ano 2001, onde dirigiu o Clube Recreativo Dores, de Santa Maria-RS. No clube registrou os títulos de tricampeão Citadino e campeão da Copa Regional, além de levar a cidade para as competições estaduais de base (categorias pré-mirim, mirim, infantil e infanto-juvenil).
Na categoria adulta, de 2002 até o momento, Sandro teve passagem pelas equipes:
- AEU / Uruguaiana-RS (2002)
- AES / Sobradinho-RS (início de 2003)
- ECC/John Deere / Horizontina-RS (2003)
- URI-Santiago Futsal / Santiago-RS (2003 e 2004)
- AABC/Três Coroas Futsal / Três Coroas-RS (2005 e 2006)
- URI/Santiago Futsal / Santiago-RS (2007, 2008 e 2009)
- AJUC / Júlio de Castilhos-RS (2010)
- Foz Futsal / Foz do Iguaçu-PR (primeiro semestre de 2011)
- Assoeva / Venâncio Aires-RS (segundo semestre de 2011)
- AES / Sobradinho-RS (2012)
- ASSAF / Santa Cruz do Sul-RS (2013)
- ASIF / Ibirubá-RS (2014)
- ACA Futsal / Cachoeira do Sul-RS (primeiro semestre de 2015)
- Mafra Ferromax Futsal / Mafra-SC (segundo semestre de 2015)

Entre seus títulos, o treinador registra:
- Campeão da I Copa Integração (2003)
- Campeão Liga Sul (2006)
- Campeão I Copa Sapucaia de Futsal (2011)
- Terceiro lugar Série Ouro (2011)
- Campeão do segundo turno da Primeira Divisão de SC (2015)
- Vice-campeão da Primeira Divisão de SC (2015)
Ainda, de acordo com a Federação Gaúcha Futebol de Salão, nos últimos 15 anos Sandro foi o técnico com maior número de acessos da Série Prata para a Série Ouro: em 2004, pelo URI-Santiago Futsal; no ano de 2005 dirigindo o AABC/Três Coroas Futsal; em 2007 novamente pelo URI-Santiago Futsal e no ano passado, pelo ASIF/Ibirubá-RS. E comprovando tal estatística, neste ano, agora em Santa Catarina, o treinador esteve frente do Mafra Ferromax Futsal no tão sonhado acesso à Divisão Especial.

TRABALHO NO MAFRA FERROMAX
Nestes seis meses frente ao Mafra Ferromax Futsal, Sandro implantou uma nova filosofia de trabalho, trazendo seriedade, disciplina e comprometimento com os objetivos do projeto. Em pouco tempo conquistou a confiança e o reconhecimento da apaixonada torcida mafrense, que sempre foi unânime em pedir sua permanência para 2016.
Ao chegar, no mês de junho, o treinador se deparou com o time em uma situação delicada: 13 pontos em 11 jogos, sendo apenas três vitórias, quatro empates e quatro derrotas, o que colocava a equipe na nona posição na tabela de classificação. Junto com os números desfavoráveis, atletas, diretoria e torcida estavam um tanto quanto ‘desacreditados’ na temporada de 2015.
Implantando sua forma de trabalho e trazendo alguns atletas de sua confiança, o profissional deu ao Mafra Ferromax Futsal uma nova identidade, chegando a 18 partidas de invencibilidade (entre amistosos, Campeonato Estadual e etapa regional dos 55º JASC), recuperando a confiança e motivação tanto da equipe quanto da torcida, que voltou a lotar o Ginásio de Esportes Wilson Buch.
No segundo turno do Campeonato Estadual (Primeira Divisão), a equipe fechou na segunda posição da tabela e na quarta colocação do índice técnico. Nos playoffs, teve um excelente desempenho, chegando à final, onde fora de casa conquistou o título.
Com vaga garantida no quadrangular final, a equipe comandada por Sandro iniciou outra batalha: a busca pelo acesso à Divisão Especial, um dos principais objetivos do projeto desde seu início. Diante de sua torcida que lotava o ginásio, a equipe conquistou no dia 21 de novembro a vaga para a grande final e, consequentemente o acesso, colocando o Mafra Ferromax na elite do futsal catarinense.
Sobre o desafio encontrando ao chegar no Mafra Ferromax Sandro reconhece: “Este ano chegamos em meio de temporada e com a equipe numa situação bastante delicada. Iniciamos, então, uma campanha de recuperação extraordinária da equipe que mesmo finalizando o turno na nona colocação, se traçou uma meta ousada de chegar na Divisão Especial de 2016 e este grupo trabalhou muito, com a humildade necessária e atingiu com muito mérito este objetivo. Sinto-me muito satisfeito por ter contribuído com o grupo neste feito de colocar o Mafra Ferromax na ‘elite’do futsal catarinense e proporcionar ao torcedor riomafrense a oportunidade de assistir grandes equipes, inclusive de Liga Nacional, no Ginásio Wilson Buch em 2016”.
Com a assinatura do contrato para o próximo ano, o técnico se diz motivado e agradecido: “Neste momento da renovação do contrato para 2016 sinto-me agradecido pela confiança e reconhecimento da diretoria, da torcida, dos patrocinadores e apoiadores, e também muito motivado e feliz por poder dar sequência ao trabalho iniciado há seis meses. Começamos, a partir de agora, a trabalhar no planejamento e estruturação do trabalho de 2016”, finalizou Sandro.


Texto e fotos: Robson Komochena/Diretor de comunicação

3 comentários:

  1. Posso estar errado nesse meu comentário, tomara que sim, mas vejo que o técnico Sandro precisa de uma postura mais decisiva em algumas situações principalmente agora com o fim do campeonato, em entrevista a Rádio FM aqui de Mafra, na última segunda-feira, ele falou que não sabe ainda com quantos jogadores a equipe permanecerá desse ano para ano que vem, como não sabe? Se realmente não sabe o que ele avaliou nesse período todo que esta comandando o grupo? e se sabe e não quer falar, o campeonato acabou e não precisa fazer média com jogador nenhum mais, o considero muito bem intencionado mas desce do muro, e como disse Keneddy ´´O primeiro de todos os fracassos e tentar agradar a todos``

    ResponderExcluir
  2. Primeiro precisa ver qual serao os recursos financeiros para 2016. Nao adianta montar uma equipe de ponta e nao conseguir pagar.

    ResponderExcluir
  3. Entendo sua afirmação, mas defendo da hipótese, de que jogadores que não demonstraram o perfil para jogar no Mafra esse ano nada tem a ver com dinheiro, com certeza tem que ter os pés no chão financeiramente e administrativamente mas a troca de alguns se faz necessário independente da quantidade de recursos, do aumento ou não do orçamento.

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: O portal não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários publicados pelos seus usuários. Comentários ofensivos, que não tenham relação com o conteúdo da página ou que vão contra a lei serão removidos.

CONFIRA AS MATÉRIAS MAIS VISTAS NA SEMANA

ENTREVISTA NA RIC RECORD SOBRE O TROFÉU CRAQUES DO ESTADUAL. ACOMPANHE!

ACOMPANHE O INSTITUCIONAL DO ESTADUAL DE FUTSAL 2014