NOSSO DESTAQUE!

SITE NO AR!

OLÁ Agora estamos somente no endereço: www.esportecomjorgeroberto.com

domingo, 29 de novembro de 2015

CARLOS BABOSA JOGA PELO PENTA DIANTE DO ORLÂNDIA NA LIGA NACIONAL DESTE DOMINGO

Uma das equipes mais tradicionais do futsal mundial, o Carlos Barbosa está a um empate de se isolar como maior vencedor da Liga Nacional de Futsal (LNF). Campeão em 2001, 2004, 2006 e 2009, o time gaúcho
O pivô Pito é um dos destaques do
Carlos Barbosa
(Foto: Divulgação/Carlos Barbosa)
entra em quadra neste domingo para decidir o título da edição 2015 contra o Orlândia. A partida será às 13h, no Centro de Eventos Sérgio Luiz Guerra, em Carlos Barbosa (RS), e terá transmissão ao vivo do SporTV e do SporTV Play - o GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real. Derrotado por 5 a 3 no jogo de ida, em Uberaba-MG, o Orlândia precisa vencer por qualquer placar no tempo normal para forçar a prorrogação. No tempo extra, o Carlos Barbosa tem a vantagem do empate por ter feito a melhor campanha ao longo da temporada.

- Estamos próximos do título, mas prefiro pensar que ainda estamos distantes. Serão 40 minutos tensos, contra uma grande equipe. Temos o máximo respeito. Não tem nada ganho. A gente vai precisar ter uma estrutura forte em casa, mas quem sabe este ano o título não cai para a gente. Este resultado caracteriza a ACBF de 2015: uma equipe que sabe aonde quer chegar, que tem potencial - afirmou o técnico Marquinhos Xavier, vice em 2010 com o Marechal Rondon.
Fundada em 1976 após a fusão do Real e do River, rivais locais no futsal, a Associação Carlos Barbosa de Futsal só foi conquistar o seu primeiro título de expressão em 1996, quando a equipe faturou o Campeonato Gaúcho daquele ano. A partir de então, o time laranja trilhou um caminho de conquistas, que culminou em títulos nacionais e internacionais.
Fora do país, a ACBF foi o melhor time da América por três vezes: 2002, 2003 e 2011, unificando os títulos de campeã sul-americana e da América. Além do continente, o clube conquistou o mundo por três vezes. Em 2001, o Carlos Barbosa foi campeão do Torneio Intercontinental na Rússia, quando a competição ainda não tinha o aval da Fifa. Em 2004, foi a primeira equipe de futsal do planeta a ostentar o título de campeã do mundo, após o órgão máximo do esporte apadrinhar a disputa. E, em 2012, a consagração veio com o tricampeonato  em casa, quando Carlos Barbosa sediou a Copa Intercontinental pela primeira vez.
Nacionalmente, o Carlos Barbosa tem como principais feitos os títulos da Taça Brasil de Clubes de 2001 e 2009, além das Ligas Nacionais de 2001, 2004, 2006 e 2009. Desde o fim da última década, a equipe gaúcha divide com o Jaraguá o posto de maior campeão da LNF. Eliminado nas quartas de final da edição deste ano, o time catarinense foi campeão em 2005, 2007, 2008 e 2010.
Com seis patrocinadores, dentre eles uma famosa marca de talheres, cujo presidente é um dos fundadores da ACBF, o Carlos Barbosa tem um modelo de gestão sustentável, com ênfase nas categorias de base e sem estripulias no orçamento da equipe principal. Dono de um elenco sem estrelas dos quilates de Falcão, Neto e Simi, o time fez uma mescla entre jovens vindos da base e apostas como o goleiro Gian, o fixo Grillo, os alas Murilo, Zico e Canabarro e o pivô Pito, destaque da equipe na competição. Na supervisão, está o ex-goleiro e ídolo Lavoisier, que defendeu o clube entre 2001 e 2005 e entre 2009 e 2012.

- Nosso modelo sempre foi assim, nunca fizemos investimentos exorbitantes em contratações vindas de fora. Nós garimpamos muitos atletas tanto na base como em outros clubes e assim temos construído a nossa história. Talvez isso tudo, somado à nossa estrutura, seja um diferencial do nosso sucesso - afirmou o presidente do Carlos Barbosa, Francis Berté, que está no último ano do seu segundo mandato à frente da ACBF.
Para o ano que vem, o clube não deve ter grandes impactos em investimento. No entanto, alguns atletas podem deixar a equipe, casos do goleiro Gian e do fixo Venâncio, que têm propostas do Orlândia. Além da decisão da LNF, o Carlos Barbosa ainda disputa a fase final do Gauchão nas próximas semanas. Na última quinta-feira, o time derrotou a Alaf, em Lajeado (RS), no primeiro jogo da semifinal do Estadual.
- Nossa ideia é manter o máximo possível de jogadores para o próximo ano. Nossa mentalidade não vai mudar. Caso tenhamos perdas na virada para 2016, vamos buscar reposições dentro do mercado. Mas tudo será dentro da nossa realidade - concluiu Francis
Orlândia tenta o trI
Se o Carlos Barbosa tenta o pentacampeonato neste domingo, o Orlândia vai em busca do tri. Vencedor da LNF em 2012 e 2013, o time paulista também foi finalista no ano passado, quando perdeu a decisão para o Sorocaba. Para ser campeã neste domingo, a equipe orlandina precisa de uma vitória no tempo normal e na prorrogação. Nada que desanime o técnico Cidão, que busca o terceiro título pessoal, uma vez que também era o treinador do Orlândia nas duas conquistas anteriores.
- Não é simples chegar (bicampeão da Liga) com uma cidade do interior de São Paulo. Sabíamos que seria ainda mais difícil manter o time nesse nível, sempre entre os finalistas e se conquistarmos o tricampeonato, mostraremos que estamos no caminho certo. Uma cidade como a nossa, do interior de São Paulo, chegar a uma final, é muito difícil. A equipe vinha num patamar de investimento até 2011. Melhoramos e, hoje, estamos entre as cinco melhores equipes do Brasil, uma das melhores do mundo - elogiou Cidão.
Sobre a decisão deste domingo, o experiente treinador joga o favoritismo para o Carlos Barbosa, que atuará diante de 5 mil espectadores, que esgotaram os ingressos somente na manhã da última segunda-feira.
- Carlos Barbosa é favorito porque joga em casa. O que não conseguimos construir em Uberaba, por não ser nossa casa, eles terão a favor. Essa história de sair de Orlândia por falta de ginásio nos atrapalha demais. As duas equipes possuem qualidades semelhantes, são muito fortes, mas existe o peso da torcida - finalizou.


Fonte: Flávio Dilascio e Cléber Akamine

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: O portal não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários publicados pelos seus usuários. Comentários ofensivos, que não tenham relação com o conteúdo da página ou que vão contra a lei serão removidos.

CONFIRA AS MATÉRIAS MAIS VISTAS NA SEMANA

ENTREVISTA NA RIC RECORD SOBRE O TROFÉU CRAQUES DO ESTADUAL. ACOMPANHE!

ACOMPANHE O INSTITUCIONAL DO ESTADUAL DE FUTSAL 2014